American Sniper

Assisti Menina de Ouro, a muito tempo, logo depois que foi lançado, depois assisti Os Imperdoáveis, e outros filmes filmes dirigidos por Clint Eastwood, o que me fez gostar muito dele tanto como diretor com ator. Bem, eu resolvi assistir o tão falado American Sniper, primeiro por quê eu queria saber porque diabos falam tanto desse filme, segundo pois o Clint nunca me decepciona, filme dele é sempre uma ótima pedida. Então a primeira pergunta foi respondida, American Sniper tem de tudo para ser um filme polemico!




O filme conta a história de Chris Kyle, interpretado pozr Bradley Cooper, que tinha o sonho que todo o garoto texano (pelo o que sei) têm: ser comboy. Acontece que a visão de mundo dele muda quando ocorrem os  atentados do 11 de setembro e ele se junta as forças da marinha americana e combate como sniper na guerra do Iraque. Só que ele não vai ser um sniper qualquer, mas sim o mais letal da história, matando 150 pessoas no tempo em que serviu. O filme também mostra outros pontos de sua vida como o casamento com a Taya, interpretado pela Sienna Miller, sua relação com a família e um pouquinho de sua infância.

Mas por que tanta polemica?


Bem, sniper americano, não é um filme certinho e dependendo do teu ponto de vista da guerra no Iraque, tu pode aplaudir ou jogar tomates. Trata-se de um filme patriota ao extremo. Um dos pontos que eu vi muita gente falar foi o fato que o filme trata Chris como um herói, sendo que matou pessoas, e que o filme não mostra nenhum tipo de remorso ou hesitação por parte do personagem pelo o que ele fez! Desculpe, mas eu não concordo, se tu me falar que no final ele estava tranquilo no que ele estava fazendo, eu digo que sim, mas no começo da carreira dele como sniper, tem uma cena que vai ser o contrário disso, que não vou contar para não ter spoiler, mas sim o filme o trata como um herói, agora vai do telespectador dizer que sim ou não.






Agora uma coisa não há como negar Bradley Cooper surpreendeu, ele realmente faz um papel magnifico, tanto nas cenas de tensão (muitas) como nas dramáticas, tirando o super preparo físico que o cara teve que ter, eu particularmente o achei bem diferente. Mas as palmas não vão somente para ele não Sienna Miller interpretou super sua personagem, e ela é o retrato de todas as mulheres de homens que vão para a guerra.

É um filme muito bom, vale a pena assistir, Clint conseguiu conciliar duas coisas que não se dão muito bem: "tempo" e "história" então o filme não ficou muito arrastado, nem dando muito foco a coisas sem importância ou prologando coisas muito importantes.

É um filme polemico, mas eu tenho certeza que Eastwood sabia e queria isso, afinal foi uma super bilheteria e ele não iria jogar para perder.

Ah para concluir, vou dizer que o filme é baseado no livro, que me pareceu bem legal.

Postagens Relacionadas

1 comentários

Seu comentário é muito bem vindo, desde de que:
-Não seja ofensivo
-Respeite a opinião alheia
-Não seja preconceituoso

Comentários que não se enquadram nesse perfil, serão excluídos.